sábado, 3 de janeiro de 2009

Onde o Sol nasce para mim...


Caminhei, caminhei até ficar exausta...

Olhei para trás e vi então a marca das pegadas que deixei na areia serem apagadas à força de um mar revolto, que com a mesma fúria com que venci obstáculos, mos voltou a tirar. Das pegadas que deixei, ficou a memória, marco agora um novo caminho, mais sóbrio, mais realista, mas mais incerto e tumultuoso.

Os obstáculos sobrepõem-se e a força evapora-se naquele céu torturado. Roubaram-me a bagagem que trazia comigo e aconselharam-me a caminhar vazia, a procurar um novo horizonte, diferente daquele para que todos correm e onde o sol se põe. Disseram-me, quando perdi o meu rasto de migalhas, para procurar a linha onde o sol se ergue...

Onde foi o tempo que deixei para trás?
Levaram-mo, restam-me apenas as memórias, as lições e as regras que não devo esquecer-me, agora é só buscar o local onde o sol nasce para mim, o local onde posso encontrar um novo tempo, para que possa realmente ser feliz!

Que este novo ano vos pemita encontrar o(s) local/locais onde o sol nasce para cada um de vós!

Feliz 2009!

1 comentário:

dalailam disse...

Quando li,achei que fosse para mim.Quando vi a foto tive a certeza
Parabéns pelo blog